sexta-feira, agosto 04, 2006

Como dois rios...


Imagem de Susan Rios

Como dois rios*, atravessam o espaço
Na difusão da Beleza em palavras
Nada pretendem, nem querem
A solidariedade espalham
Em plena Dádiva

São rios de águas límpidas e claras

Por eles me curvo
Em silêncio os saúdo
E enlaço
Sobre meu leito sereno
De rosas luzentes e pálidas
Onde amanheço
Num mar de prata

(*)Estúdio Raposa e Poesia Portuguesa

5 comentários:

Poesia Portuguesa disse...

Respondi no outro Blog... adorei ouvir os teus Poemas ditos pela voz do Luís Gaspar, a quem agradeço a partilha...

Esta música é linda...linda...;)

Beijo e bom fim de semana ;)

Peter disse...

Olá "Amita", sempre na senda da poesia.
Bela música também, dá gosto ficar aqui a ouvi-la.
Um beijo amigo do Peter.

Luna disse...

Que linda musica, e poesia
adorei
beijos

Maria Costa disse...

"De roasa luzentes e pálidas
Onde amanheço
Num mar de prata"

Bonito. Beijinhos.

Heloisa B.P disse...

"Como dois rios"!!!
_"Amanhecer", LA@ numa das MARGENS queria eu e, OLHAR "AS ROSAS"_PERFUMADAS"LUZENTES E PALIDAS"...OU *RUBRAS*!!!!!
.............................FICA MEU ABRACO!
_FALTA-ME O *BARCO* E...o saber NAVEGA'-LO*!!!!

......................BEIJINHO, desta Sua distante e..."Palida" Amiga!
Heloisa.
************