sábado, setembro 10, 2005

Poema Breve

Breve chega o tempo
Que o mar azul mais era
Relembrando, esquecendo
Quando, quanto momento
Em profunda descoberta

Breve foi quem diz que era

12 comentários:

Anónimo disse...

Cheney heckle video makes the rounds
Bloggers, many of whom remember how Dick Cheney uttered an obscenity last summer on the Senate floor, seemed to take great pleasure in spreading around a video clip of a flood victim who interrupts a press ...
So you have a visitor coming your way. I read these things. :)
poker

I'm waching blogs all day long and I found yours which is really nice :)


You are making good job!
Keep up the super articles!


I enjoy reading the stories on your site. Keep up the super articles!


Your site is very good!
Congratulations!

Paula Raposo disse...

Breve é o tempo de estar, de ser, de amar, breves são os nossos tempos. Só a saudade não é breve...Beijinhos, adorei este poema

Menina_marota disse...

Breve é o olhar
que recai
como por encanto
nos teus pensamentos
que evoluem
em breve linhas
em lindo Poemas...

Um abraço terno, Amiga e até logo no jantar... (eheh)

ponto azul disse...

Olá querida Amita!Também gostei de te ver novamente na noite de poesia!Gostei deste teu poema breve...Bjs :)

heloisa disse...

"Breve chega o tempo
Que o mar azul mais era
Relembrando, esquecendo
Quando, quanto momento
Em profunda descoberta

Breve foi quem diz que era"
*******************************
*********************************
******************ABRACO!!!!!!!!
Sua Amiga,
Heloisa B.P.
************

AS disse...

Amita, tudo na vida é breve... o tempo é apenas um momento, por isso não devemos desperdiçé-lo!...

Um beijo grande

José Gomes disse...

Breve ou não é preciso aproveitar os bons momentos que encontramos.
Como os de sábado, por exemplo.
Foi bom reunir o nosso grupinho!
Um abraço.

A.J.Faria disse...

Olá amita!
Breve se torna tudo o que é efémero, porque os sentimentos profundos, estes são eternos!
Um grande beijinho.
António

Double S disse...

Por vezes o que é simples e efemero é bonito, são momentos sublimes em que as sensações são intensas.

meialua disse...

Um poema breve, mas muito bonito!

Oh amita estou um cadinho confusa, errr..

Este teu blog e o do sapo sao distintos... ?
;)

Beijokas e uma boa semana*

Pamina disse...

Olá,
Também gostámos muito de te rever e espero que haja novas oportunidades.
Obrigada pelos votos de boa-viagem.
Tínhamos pensado ficar mais uns dias, mas o tempo não estava famoso e acabámos por regressar ontem à noite.
O Viktor ficou muito contente por terem gostado do António Fragoso, pois já há vários anos que faz os possíveis por divulgar este compositor.
Um beijinho.

Lis57 disse...

Todos os momentos da vida passam rápido.Por isso devemos viver intensamente cada momento, como se fosse o ultimo.

Beijos