terça-feira, maio 23, 2006

Silêncio










Coroai-me de rosas
Coroai-me em verdade
De rosas -
Rosas que se apagam
Em fronte a apagar-se
Tão cedo!
Coroai-me de rosas
E de folhas breves.
E basta.

(Ode de Ricardo Reis)



A ti, Fernando Bizarro
que tão cedo nos deixaste
o meu silêncio...
de Amizade imensa
nos laços de Fraternidade
criados.
Te ofereço rosas
de lágrimas.
Até Sempre

A Todos os que este grande Amigo desinteressadamente
juntou, o meu grande abraço solidário.

7 comentários:

Menina_marota disse...

Vim deixar-te um abraço, porque me apetece simplesmente abraçar aqueles de quem gosto na Blogosfera.

E, porque hoje brilha mais uma Estrela no Céu... deixo aqui expressa a minha sentida saudade

Abraço-te

Heloisa B.P disse...

JUNTO-ME A VOSSA HOMENAGEM A FERNANDO BIZARRO!
Embora nao fosse assidua frequentadora dos ESPACOS DE ESCRITA DELE, li-A com frequencia e conhecia-O por ser AMIGO de VARIOS dos meus AMIGOS!
Tomei conhecimento, ha' poucos minutos, atraves de MSG deixada pela QUERIDA AMIGA*, *MENINA-MAROTA*!!!
QUE ELE ESTEJA EM PAZ! E, aos AMIGOS E FAMILIARES, MINHAS CONDOLENCIAS!
**********************************PARA SI*, DOCE AMITA*, MEU ABRACO E MINHA AMIZADE!
Heloisa.
************

Carmem L Vilanova disse...

O vazio e a saudade serao agora nossos eternos companheiros!!!
Fara falta, muita falta!
Um beijo silencioso, em respeito e admiracao ao nosso amigo Fernando!

lazuli disse...

Amita, um abraço neste dia, tendo presente o nosso amigo que viajou.

Isa&Luis disse...

Olá menina,

Um abraço forte nesta dor que assola o nosso coração.

Beijinhos

Isa

Júlia Coutinho disse...

Um abraço para ti.
Cravos vermelhos para o Fernando.

Passaro Azul disse...

Amita, com a alma a transbordar de dor e porque fiquei absolutamente "sem palavras", aqui te deixo o abraço fraterno que ele nos deixou.