terça-feira, setembro 14, 2004

Os dias que correm...

A máquina ocupou o lugar dos seres pensantes.
A ciência, destinada ao bem da humanidade, esqueceu seu lugar, ultrapassou barreiras, procurou a fama.
A evolução tecnológica invadiu as mentes e ocupou lugar privilegiado, relegando para segundo plano outros valores dum quotidiano mais calmo, mais pacífico.
A violência oral e física apoderou-se do aconchego dos lares e, diariamente, nos mostra a sua face horrenda, disforme.
Entra-nos pelas casas, sem permissão, invadindo tudo e todos, nas suas mais diversas formas, trazida por máquinas e pessoas menos escrupulosas, sensionalistas.
A noção de respeito, adulterou-se.
O amor pelo próximo espelha-se em fachadas fúteis, em benemerências colonáveis.
A privacidade tornou-se palco de peças teatrais de mau gosto e interpretação falsa.
Para a fama tudo vale.
Pisam-se nobres sentimentos, conceitos antes enraízados.
A ambição do poder ultrapassa tudo e todos.
É o estar sem estar. O ser sem ser.
Agir, cansa! Porque não ter tudo feito?
Pensar?! Desperdício inútil, que se ganha?
Falar?! Já há palavras chave, repetidas e repetitivas.
O diálogo é o umbigo de cada um.
O amor, esse, existe verbalmente, mas há muito que se chama desamor.
Mas haja esperança!
Não dizem que é a última a morrer?!...
Pois é! A vida continua.

7 comentários:

jO disse...

os dias que correm sao apenas isso: dias que correm.. pessoas que os deixam correr..

mas sim, a esperança é a ultima a morrer..e esperemos que seja eterna..

JPD disse...

A bizarria está a invadir o quotidiano das pessoas.
É claro que esse desinteresse, esse enfado, essa molesa não são inéditos. Se recuares ao Sec XIX, aos romances do Eça, tens por lá exemplos de situações equivalentes.
Esquisito, não é?
Bjs

Bruno disse...

Sim a esperanca é a ultima a morrer... Plo menos esperamos que sim!

Boa semana para ti :-) ********

Contas e Cores disse...

É mesmo assim como tu descreves!! MAS... A esperança não morre!!:)

AnaP disse...

Num mundo dominado pelas máquinas, conservemos e incentivemos o que há de mais humano: o poder de sentir e de aspirar a algo melhor. Beijos***

mauro_mars disse...

Olá amiguinha...

Um blog teu era uma maravilha, agora com dois é mesmo dose dupla de belas palavras escritas para serem sentidas.

Beijinhos...

inconformada disse...

Esperança de que tudo isso possa mudar ? :-)
Beijo