domingo, junho 19, 2005

Um Jardim, uma Rosa, um Lago...

Um jardim, uma rosa, um lago
É um oásis na cidade fremente
Que passa do outro lado
Em muros, asfaltos, ausente….

Jardim de aves levíssimas
Musicado de verde
É um relógio suspenso…

Rosa irisada pelo sol doirado
Solitária na cadência do dia.
É uma palavra nua, infinda…

Lago azul de dançantes seres
Vogando em pontes laços abrigos.
É água de serenos sorrisos

Que somente

Na fragilidade do tempo
Tudo vê e tudo sente.
É a sensibilidade isolada
Entre a cidade correndo…

10 comentários:

heloisa disse...

"Rosa irisada pelo sol doirado
Solitária na cadência do dia.
É uma palavra nua, infinda…

Lago azul de dançantes seres
Vogando em pontes laços abrigos.
É água de serenos sorrisos

Que somente

Na fragilidade do tempo
Tudo vê e tudo sente.
É a sensibilidade isolada
Entre a cidade correndo… "
*******************************QUE POSSO EU DIZER!???
NADA! OU REPETIR-ME ATE' A EXAUSTAO:_BELO!_BELO!_BELO!!!!!!!!!!!!
********************BEIJINHO! E...francamente, SAUDADE!!!!!!!!
_Heloisa.
(comeco a "circular" devar, devagarinho...)!
*******************************

lique disse...

Qualquer espaço verde é um oásis no meio da cidade de betão . Belo o teu poema, Amita. Beijinhos

Menina_marota disse...

"...Na fragilidade do tempo
Tudo vê e tudo sente.
É a sensibilidade isolada
Entre a cidade correndo…"

Que mais se pode dizer, quando está tudo dito?

Um belo poema, de uma alma bela...

Abraço ;-)

Estrela do mar disse...

...amita...moro perto de uma grande cidade...mas felizmente ainda encontro por aqui alguns espaços verdes...como "um jardim, uma rosa , uma lago "...é que bom que é...como bom é ler este teu lindo poema...

beijinho*.

Peter disse...

"É a sensibilidade isolada
Entre a cidade correndo…", às vezes é como me sinto.

Manoel Carlos disse...

Ao perderem, as cidades, a referência da beleza natural, urbanidade deixou de ter significado.

Nilson Barcelli disse...

Belíssimo querida Amita.
Gostei de mais este teu poema.
Uma magnífica visão de contrastes entre o jardim e a cidade.
Beijinhos.

AS disse...

Um dia quente de sol, o corpo escaldante, uma piscina rodeada de frondosa vegetação, o canto enebriante dos melros e rouxinóis, o odor intenso da maresia, o som próximo do desfazer das ondas... tudo isto no meio da cidade!...

Esses locais, existem sim!...

Um beijo

Estrela do mar disse...

...Urgente!!!...visita o meu blog...

Beijinhos.

Å®t_Øf_£övë disse...

Amita,
Vim desejar-te um bom S.João.
Bjs.