sexta-feira, julho 29, 2005

Tons de Tango

Ao som de um tango te bebo
Te enrolo no segredo
De um abraço

Não deslaço e estremeço
Colada em teu corpo vagueio
Em rubros frémitos. Entonteço

Por ti deslizo
Contorciono e revolteio
Nos balanços de dança te sigo

A flor que meus seios domina
Desfaz os longos cabelos
E caminha colorida

Sabor em gotas de água salgada
Formas de fogo espiraladas
Que sorvo partindo medos

São tons de tango que bebo

8 comentários:

wind disse...

Sensual como o tango:) beijos

Anónimo disse...

vim fazer uma visita... já estou de volta ao brasil... gostei do que li... voltarei... um beijo... gi

Menina_marota disse...

E quer tango!!!

Danças
e redanças
e tornas a
dançar
ao som
de uma música
que só TU
sabes tocar!


Um abraço grande!!! E, um bom fim de semana, sorridente como a tua alma...;)

Manoel Carlos disse...

Movimentos de intensa e dramática sensualidade dignas do tango.

Friedrich disse...

"http://ababushka3.blogs.sapo.pt/arquivo/BrancoEPreto.jpg"

Arranjei-te este que o outro que mandaste é muito grande, podes ver no logos
- Agora dançaria o tango, eu todo de preto e a companheira de vestido rodado vermelho rendado a preto... Era o máximo não era? Como este poema!

Friedrich disse...

http://ababushka3.blogs.sapo.pt/arquivo/BrancoEPreto.jpg

falhou...ups

.Pensamentos em Branco. disse...

e não há nada como um tango...para unir duas pessoas apaixonadamente. 1001 beijitos.

AS disse...

Amita... e assim o tango aconteceu!...

Beijos