quarta-feira, janeiro 12, 2005

Por Ti Caminhante

Distribuo
Sem custo
Beijos
Meigos
Beijinhos
Carinhos
Ao caminhante que passa
Rogando
Implorando
Companhia
Gota de alegria
Em palavra transformada
Abro
Enlaço
Emoções
Corações
Sofridos
Sentidos
Esfomeados dum abraço
Me quedo
Com medo
Da quietude
(in)solicitude
Prevendo
Padecendo
Amarguras de ti, caminhante
Corro
Absorvo
Ilusões
Perdições
Cansadas
De vidas planas
Transformando
Me tornando
Sorrisos de serenidade

4 comentários:

Yurei disse...

Aqui vem diáriamente um(a) caminhante que agradece o carinho destas palavras.
Simples e lindo.
um bji da Ys

AS disse...

Amita, a serenidade do teu sorriso, na beleza e serenidade deste poema!... Lindo!

Um beijo grande

Estrela do mar disse...

...e desta "caminhante"...aqui vai também um beijinho* para ti...e continua a escrever poemas tão "doces" como este...

Carmem L Vilanova disse...

Sou-te imensamente grata por tanto carinho, tanta doçura!
Muitos beijinhos carinhosos para ti, linda Amita!