sábado, dezembro 04, 2004

Ontem/Hoje

Ontem:
Emoções contraditórias, confusões
Agitares de gentes resolvendo
Realidades sanadas no dia
E obtendo
Cansaço em solidões
Desgastes que se previa

Hoje:
Tranquila noite de sono sereno
Ao longe vibrações ouvi, senti
Negras espumas em café despertando
Cheiro a Terra doce ameno
Gotículas de orvalho eu vi
A Luz tranquila da Natureza
O Sol a jorros pela janela entrando
Orgulhoso de beleza

E parti
Saí
Em Paz, o meu sorriso voltando…

5 comentários:

lobices disse...

...é bom quando o sorriso volta... muita luz, paz e harmonia... votos do vizinho quim

BlueShell disse...

Deste um salto à aldeia? Eu conheço essa sensação: é a diferença entre o estar na cidade e o ir ao campo. Vou aos Domingos a casa dos meus pais...e sinto a Alma rejovenescer...
Junhos, BShell

Anónimo disse...

E, afinal de contas, não acabou por ser extraordinário?
Óptimo!
Fica bem!

frog disse...

Sim, minha AMIGA, em paz, com o sorriso voltando...

Beijo grande

Rhedy disse...

Sempre lembramos de ontem de uma form tão dolorosa...
As coisas ruins são aquelas que nos deixam marcas...
Hoje, somos tão imediatistas...
Queremos que o milagre para que nosso sorriso seja sincero acontece nesse instante, quando não é assim que acontece.
O bom da descrição de seu poema sobre hoje é:
A beleza nas pequenas coisas...
É algo tão tranquilizante...
Uma paz...
Lindo poema.